Tudo sobre Snapdragon 855: 5G, modo retrato em vídeos, leitor ultrassônico na tela e mais
Snapdragon 855

Direto do Havaí ? Snapdragon 855 é o nome oficial da nova plataforma móvel da Qualcomm para smartphones caros. O chip foi revelado em detalhes nesta quarta-feira (5) e terá fabricação em 7 nanômetros, modem com suporte para conexões 5G e melhorias de desempenho para aplicações de inteligência artificial.

Ele também embarcará outras tecnologias da próxima geração de celulares, como os leitores de impressões digitais ultrassônicos sob a tela, câmeras com modo retrato em vídeos 4K a 60 quadros por segundo e telas de altíssima resolução para reproduzir conteúdos de realidade virtual.

Oito núcleos de processamento, um mais poderoso

Snapdragon 855

O Snapdragon 855 tem uma CPU octa-core, mas com uma combinação de núcleos diferente das gerações passadas. Existem quatro núcleos de alta eficiência energética, com frequência de 1,8 GHz, que deverão ficar ativos na maior parte do tempo, em tarefas mais simples. Quando você precisar de mais desempenho ao rodar jogos ou aplicativos pesados, três núcleos Kryo 485 de 2,42 GHz poderão entrar em ação.

E há o chamado núcleo prime, que pode atingir 2,84 GHz. A Qualcomm diz que ele é importante para manter o desempenho em tarefas extremas, quando o processador esquenta mais e a velocidade do chip pode ser afetada devido ao estrangulamento térmico.

Segundo a empresa, a CPU do Snapdragon 855 é 45% mais rápida que a do 845. Por sua vez, a GPU Adreno 640 ficou 20% mais poderosa que a 630. O novo chip gráfico pode dar conta de uma tela integrada 4K HDR ou dois monitores externos 4K HDR, bem como reproduzir vídeos de realidade virtual em 360 graus com resolução 8K.

Chip para inteligência artificial

Snapdragon 855

Todo mundo resolveu apostar em inteligência artificial, e o Snapdragon 855 tem um chip focado especificamente nessas tarefas. O processador de sinal digital (DSP) Hexagon 690 traz um acelerador de tensor dedicado para cálculos matemáticos multidimensionais e funções não lineares normalmente utilizadas em aplicações de inteligência artificial.

Em conjunto com a CPU, a GPU e o DSP do Snapdragon 855, a quarta geração de motor de inteligência artificial da Qualcomm consegue atingir 7 trilhões de operações por segundo. Isso é o triplo do desempenho da geração passada de chips Snapdragon, e o dobro do ?concorrente de 7 nm compatível com Android?, que não podemos dizer que é o Huawei Kirin 980.

Snapdragon 855

E para que serve um chip mais rápido em inteligência artificial? O Google subiu ao palco para demonstrar como o Google Lens fica mais eficiente no reconhecimento de textos: uma página inteira, que demorava 2.607 ms para ser processada, leva apenas 875 ms no novo motor. Aplicações de realidade aumentada, que fazem reconhecimento de objetos e do ambiente, também são feitas em menos tempo.

Snapdragon 855

Isso pode beneficiar até tarefas básicas, como fazer uma ligação. Em um ambiente barulhento, um algoritmo de inteligência artificial pode isolar quase totalmente a voz do ruído de fundo, permitindo que as duas pessoas conversem sem gritar. A tecnologia, que separa vozes em uma multidão, já foi anunciada pelo Google, mas ainda não está disponível. Não estranhe se um futuro Pixel 4 vier com essa novidade, porém.

5G mmWave e suporte ao Wi-Fi 6 (802.11ax)

Moto Z3 com 5G

A próxima geração de redes móveis é um dos focos do chip: ele poderá ser equipado com o modem Snapdragon X24, com 4G LTE em velocidades de até 2 Gb/s; e com o Snapdragon X50, que se conecta ao 5G NR. Isto é, desde que você encontre o sinal: a tecnologia já começou a ser implantada nos Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão, mas não deve chegar ao Brasil antes de 2021.

Com modem X50 integrado, o Snapdragon 855 funcionará tanto nas redes 5G com faixas até os 6 GHz (sub-6) quanto nas de altíssima frequência, acima dos 24 GHz. O mmWave permitirá que os celulares se conectem às novas redes com velocidades de múltiplos gigabits por segundo, por meio de até 16 antenas instaladas nas bordas do aparelho para evitar a perda de sinal com as ondas milimétricas.

Essa coisa minúscula é o QTM052, com antenas de 5G

Essa coisa minúscula é o QTM052, com antenas de 5G

Também há melhorias de conectividade no Wi-Fi: o chip terá suporte ao padrão 802.11ax, conhecido como Wi-Fi 6, que possui capacidade teórica máxima de 14 gigabits por segundo e opera tanto nas frequências de 2,4 GHz quanto 5 GHz, podendo dividir cada canal em centenas de subcanais com frequências levemente diferentes, aumentando a velocidade de transmissão e permitindo que o roteador se conecte a mais dispositivos simultaneamente.

E o Snapdragon 855 é o primeiro com 802.11ay, uma tecnologia de conexão sem fio com frequência altíssima de 60 GHz, taxas de transferência de até 10 Gb/s e latência equivalente a uma conexão cabeada. A ideia não é substituir completamente o Wi-Fi 802.11n ou 802.11ac do seu roteador atual, mas obter alta velocidade e estabilidade em distâncias mais curtas.

Leitor de digitais ultrassônico na tela, câmeras mais poderosas e além

O 3D Sonic Sensor é uma das tecnologias que deverá ser integrada aos próximos aparelhos: trata-se de um leitor de impressões digitais que pode ser instalado sob a tela dos smartphones e possui tecnologia ultrassônica. Na prática, isso significa que, mesmo se seus dedos estiverem molhados ou engordurados, ainda será possível reconhecê-los com precisão e rapidez.

O processador de sinal de imagem (ISP) Spectra 380 se tornou mais potente e mais econômico: ele gasta até quatro vezes menos bateria para fazer a mesma tarefa em relação à geração passada. É possível rodar aplicações de visão computacional e ir além do modo retrato em fotos: dá para gravar vídeos em 4K HDR10+ a 60 quadros por segundo com o fundo sendo desfocado em tempo real (!).

Snapdragon 855

Como o ISP ficou mais inteligente, passa a processar cálculos que antes eram feitos com uma combinação de CPU, GPU e DSP, só que de uma forma mais eficiente. A tecnologia de visão computacional integrada ao Spectra 380 rastreia o corpo em um aplicativo de realidade virtual com a metade da energia gasta pelos três chips. A detecção e o rastreamento de objetos, por sua vez, está quatro vezes mais econômica.

As fotos enfim podem ser salvas em HEIF, que ocupa até 50% espaço que o JPEG, mas mantendo a qualidade ? no outro lado, o formato está disponível desde o iOS 11. Já os vídeos são filmados no padrão HDR10+, em H.265 (HEVC), com mais de 1 bilhão de tons de cores. Mesmo com modo retrato em 4K60, a promessa é que o Snapdragon 855 gasta um terço da energia do Snapdragon 800 filmando em 4K30, ou 30% menos que o Snapdragon 845.

Outros recursos incluem o suporte a até 16 GB de RAM LPDDR4x de 2.133 MHz, Bluetooth 5.0, USB-C 3.1, codec de áudio Qualcomm aptX para fones de ouvido sem fio e tecnologia de carregamento rápido Quick Charge 4+, que leva até 15 minutos para levar uma bateria de zero a 50%.

Quando chega?

O Snapdragon 855 já está sendo enviado às fabricantes. Ele estará disponível comercialmente a partir do primeiro semestre de 2019. OnePlus e Samsung confirmaram que vão lançar dispositivos com o novo chip.

Paulo Higa viajou para o Havaí a convite da Qualcomm.

Tudo sobre Snapdragon 855: 5G, modo retrato em vídeos, leitor ultrassônico na tela e mais






Rua Minas Gerais 297, Sl 192 CEP 86010-905, Londrina-PR
Fone Comercial: (43) 3371-0110 | Fone do Ouvinte (43) 3371-0102